Archive for janeiro \31\UTC 2008

DAY OFF

janeiro 31, 2008

Hi folks! 

Hoje foi meu dia de folga. Não é mais na segunda, como andaram perguntando aqui no blog. Desde o reveillon que o tão esperado dia da semana passou para quarta-feira. Isso não significa posts religiosamente às quartas, pois o que prevalece é sempre a minha paciência e, em segundo lugar, alguma notícia para contar. O negócio é que rolou uma conversa aqui no housing, de que todo mundo teria day off às quartas. Enão marquei o meu também para esse dia, achando que faríamos algo de muito legal, numa turma grande. Ledo engano. Hoje, por exemplo, estava sozinha para gastar um dia inteiro. E então, depois de dormir até um pouco mais tarde, mas não tão tarde assim e depois de passar horas na internet, matando saudade de uma amiga que andou viajando pela América do Sul, decidi sair por aí, batendo perna pela cidade.

Minha programação começou com uma visita ao Top Secret, que é uma casa de cabeça para baixo, bem em frente ao meu housing. Nada de super interessante, para não dizer nada de interessante. Mas não dava para passar três meses e meio morando atrás da atração, sem nunca conhece-la. A segunda parada foi a biblioteca. Precisava fazer meu cadastro para alugar alguns DVD’s e assistir no meu computador. Não consegui, porque precisava de um comprovante de endereço. Não consegui, mas não desisti. Ainda voltarei lá essa semana, para pegar bastantes filmes para me divertir nas próximas noites. Na volta descobri uma pequena livraria no centro da cidade. Nada que se compare a de Madison, onde comprei um livro para garantir a leitura até o final do intercâmbio. Mas já é uma boa descoberta, onde eu achava que não encontraria mais nada. No final da tarde, ainda dei uma passadinha no Mecão. Talvez esse seja nosso lugar preferido nessa cidade. Duvido que alguém fique mais de uma semana sem passar por lá e comer um daqueles sanduiches do dolar menu: 1 dolar cada.

Contrariando a idéia que eu tinha, antes de chegar aqui em Wisconsin Dells, o frio de rachar não é uma boa opção para quem está viajando a passeio ou mesmo trabalhando. O frio de rachar não é uma boa opção de vida. Hoje, por exemplo, não sei como sobrevivi a essa caminhada, que nem era tão longa assim, como as que já estou costumada a fazer. A ventania que deu hoje a tarde deixou meu rosto ficou mais vermelho do que se eu tivesse corrido uma hora no sol do Rio de Janeiro. Minhas maos pareciam que iam quebrar, de tão congeladas. A temperatura não estava tão baixa. Fazia uns 5 F, o que não é tanto para quem já pegou farenheits negativos. Tinha sol, mas o vento fez a sensação térmica ir lá em baixo.

Concluindo o post de hoje, meu dia vai terminar sem filme, com frio e provavelmente lendo algum livro, ou matéria de monografia. Chega de internet e caminhadas por hoje!

Abraços e até o próximo post.

O CAMINHO NOSSO DE TODO DIA

janeiro 25, 2008

Saindo do housing

Saindo do housing, a gente segue e vira à direita, na avenida

A� a gente segue a Wisconsin Dells Parkway

Aí a gente segue a Wisconsin Dells Parkway, no sentido contrário ao dessa foto

À direita é tudo o Mount Olympus

No caminho, a placa de entrada do parque

No caminho, a placa de entrada do parque

Dêem uma olhada no parque temático outdoor

Dêem uma olhada no Parque Temático Outdoor

Esse só fica aberto no verão

Pouco depois da placa, tem o Cavalo de Tróia

Logo depois, o Cavalo de Tróia

A� a gente se aproxima dos parques indoor, que são os que abrem no inverno

Aí a gente se aproxima dos parque indoors, que são os que abrem durante o inverno

Primeiro vem o Parque Temático

Primeiro vem o Parque Temático, onde trabalham os Park Attendant

Logo em seguida tem o Parque Aquático

Logo em seguida tem o Parque Aquático, onde trabalham os Life Guards

E a� chegamos na entrada que leva ao hotel e aos parques indoors

Aí a gente chega na entrada do hotel e desses parques indoors

Então a gente entra e segue esse caminhozinho a�

Entramos e seguimos esse caminhozinho aí

À esquerda fica o hotel. Um monte de casinhas geminadas, com um corredor interminável por dentro

À direita fica o hotel. Um monte de casinhas geminadas, com um corredor interminável por dentro

E do break a gente faz o caminho inverso e vai para o parque, sempre depois de dar o pounch in e depois do almoço

Mas eu sigo à esquerda e vou para o meu break room, passando ao lado do parque temático, que esse aí da foto

Mas a� eu viro à direita e sigo para o meu break room

Continuo seguindo…

E é a� que eu chego, almoço e saio todos os dias

E chego no break room, onde dou meu punch in, almoço e dou o punch out.

Da próxima vez mostrarei como é o parque temático por dentro.

Abraços e até as próximas fotos.

Housing

janeiro 23, 2008

A entrada do housing

A entrada do housing. Costuma ter bem mais neve que isso, aí na frente.

Essa mesa e frigobar congelando aí do lado de fora, já foram resgatados.

Aqui é assim mesmo: achou, levou.

Corredor do housing

Uma casa de apenas um corredor.

Pelo menos já tiraram os entulhos dele.

A cozinha, na parte da esquerda

A primeira porta à esquerda é a nossa cozinha/lavanderia.

É o espaço de socialização da casa.

Não reparem na bagunça. 23 pessoas morando juntas dava nisso mesmo.

Lavanderia

 A parte da direita é a lavanderia.

Uma máquina de lavar que diz que lava.

Uma máquina de secar que nem promete.

O Varal

Aí a gente lava e pendura tudo no quarto.

 Nosso frigobar natural.

 Temos um freezer natural, na porta de casa,  pra gelar a cerveja em dia de festa.

Meu ex quarto e uma das minhas ex roomates

 Uma das minhas ex-roomates do quarto 4.

E a cerveja não foi por nossa conta.

Uma mesa, uma televisão e um cabideiro

 E o meu novo quarto. O da frente, número 5.

Meu novo quarto

O meu cobertor faroeste serve como colcha de cama.

Reparem que o beliche não tem escada.

Uma mesa, uma televisão, um cabideiro/varal e um frigobar.

E isso é tudo: mesa, frigobar, televisão e um cabideiro/varal.

Quem precisa de mais?

Chegando aos Estados Unidos

janeiro 21, 2008

Saindo do Aeroporto Internacional de Chicago

Saindo do Aeroporto Internacional de Chicago.

Putz! Que frio que faz do lado de fora.

No metrô de Chicago

No metrô de Chicago.

Mas será mesmo que vou ter que subir 3 lances de escadas com essa mala???

Chicago

E foi assim que vi Chicago pela primeira e única vez.

Andei dois quarteirões dessa avenida, entrei na estação de trem e adeus Chicago!

No trem para Wisconsin Dells

No trem da Antrax, indo para Wisconsin Dells.

Reparem nos assentos largos e confortáveis. Quem quereria andar de avião?

Chegando em Wisconsin Dells

Chegando em Wisconsin Dells.

A primeira vez que via a neve e ela era linda nos primeiros 10 min.

Então meus pés e mãos começaram a congelar e doer e eu desejei ver a neve bem longe de mim.

A internet é uma falácia

janeiro 21, 2008

Hi, Folks!

Achamos todos, vocês e eu, que comprar computador e colocar internet no housing resolveria nosso problema de falta de notícias. Fomos enganados! Essa semana, misteriosamente, nossa internet parou de funcionar e, então, durante quatro ou cinco dias, fiquei novamente incomunicável. Consertaram a internet, voltei ao mundo virtual. Agora preciso esperar uma eternidade para entrar em sites ou baixar programas simples, tipo o Skype, tamanha a lentidão desse provedor (que eu nem sei qual é). Mas vamos às notícias, porque é pra isto que estamos aqui.

Corre à boca miúda, que este tem sido um inverno atípico na pequena Wisconsin Dells. O frio teria chegado mais cedo em dezembro, trazendo a neve antes do previsto. Por outro lado, estamos pra lá da metade de janeiro e a tal temperatura, que diziam chegar aos -30C, ainda não aconteceu. Disseram, no meio da semana que, nos próximos dias, nevaria tanto que a ordem era ficar em casa e só sair em caso de emergência. Não aconteceu. Pegamos -27C ontem e -25C hoje, mas não tem nevado. Pelo contrário, até o sol apareceu esta tarde. Mas não pensem que tem sido fácil. Este frio daqui tira o ânimo de qualquer um. Se pudesse desejar algo, desejaria ma cidade grande e uma temperatura mais amena pra passar meus próximos dois meses nos Estados Unidos.

Tirando a temperatura, que tem sido quase a única notícia nesta página, tamanha a monotonia de uma cidadezinha do interior, tenho apenas mais uma única coisinha a dizer. A grande sensação deste inverno, o Green Bay Packers, time de futebol americano do estado de Wisconsin, acabou de perder a vaga para o Superbowl. Eles chegaram longe. Há dias o parque foi tomado por torcedores fanáticos. Homens, mulheres e crianças, de todas as idades, usando a camisa dos Packers. Eram tantam camisam, que cruzeirenses e atleticanos ficariam no chinelo. Se meu pai quisesse contar, lhe faltaria papel e tinta. Mas, enfim, o sonho do superbowl acabou. Enquanto escrevia esse post, eles perdiam para Giants. Adeus, Packers! Vou pesquisar sobre o time e depois escrevo aqui, contando um pouco mais.

Por hoje é só. Agora, se conseguir, postarei algumas fotos. Se não conseguir, sorry, fiquem na vontade. Quem tiver skype, mande um e-mail para mim, pois acabei de baixar o meu. Se alguém tiver alguma sugestão de post, escreva aí nos comentários, porque tem me faltado assunto para escrever. No mais…

… abraços e até a próxima.

Novidades

janeiro 13, 2008

Hello, Everybody!

Sei que estou devendo notícias neste blog, pois prometi escrever com mais freqüência assim que comprasse meu notebook. Mas, passado o problema da falta de computador, veio o da falta de internet o Quer Saber continuou jogado às traças, ou aos vírus, como acontece no mundo virtual. Mas vamos ao post de hoje, porque tenho novidades pra contar.

A primeira delas, como acabei de dizer, é a internet aqui no housing. Depois de um mês pedindo, o pessoal do parque finalmente atendeu nossa vontade. Estou conseguindo navegar um pouco todos os dias, depois do trabalho. Pena ser tão tarde aí no Brasil. Mas já fica o recado: sempre que estou online, entro no MSN. Portanto, quem quiser falar comigo diretamente,  já sabe onde me achar.

A segunda novidade é o meu second job, como busser, no restaurante mais chique da cidade. Por enquanto é só aos sábados à noite, mas pode ser que eu trabalhe às sextas também. Ontem, foi meu primeiro dia e passei a noite tirando e arrumando mesas, dobrando guardanapos e servindo água pros clientes. O serviço é bem legal e o restaurante mais ainda. Assim que eu tiver uma foto com meu uniforme, posto aqui para vocês verem. Vejamos se assim consigo salvar minha viagem a Nova Iorque no final do programa.

A terceira novidade, que já veio e foi embora, foi o calor em Wisconsin Dells. Alguns dias aí para trás, a temperatura ficou nos 30 F, equivalente a -1C a +1 C. Cheguei a sentir calor, usando minha blusa termal por baixo do moleton que fica por baixo do casaco. Dava até para andar sem gorro e cachecol. Mas, como felicidade de brasileiro dura pouco, esta semana voltou a nevar. E muito. Então, a grama que tínhamos conseguido ver pela primeira vez aqui, já foi novamente coberta pela neve e a tedência é piorar absurdamente daqui pra frente.

Então, é isso pessoal. Fico aqui por hoje, esperando conseguir escrever mais muito em breve. Abraços e até o próximo post.

Comunicado nº 2

janeiro 5, 2008

Hi, folks! 

Gastei minha horinha de internet lendo as mais de 100 mensagens acumuladas nas minhas duas semanas sem internet. Post novo, portanto, só amanhã.  É uma promessa.

Passada a semana entre natal e réveillon, na qual trabalhei diariamente até 20h (horário de fechamento da biblioteca), agora poderei vir com mais freqüência ao único lugar da cidade onde consigo um computador pra postar.

Escreverei o post à mão, hoje à noite, pra não perder tempo. Esperem notícias porque, desta vez, tenho o que contar.

Abraços e sejam bem-vindos os que chegaram por aqui!

Cumprindo o combinado

janeiro 4, 2008

Hello, everybody! 

E, então, conforme prometi, ontem, hoje tem post com noticias de Wisconsin Dells. Será um texto improvisado, pois fiquei atá tarde no quarto discutindo os últimos acontecimentos desta terra com minhas duas roomates e acabei não escrevendo nada pra postar. Mas vamos do jeito que der, porque o tempo é sempre curto neste país tão corrido.

A semana entre o natal e réveillon foi a mais pesada desde que cheguei. O parque abriu, diariamente, entre 10h e 20h. Assim, fiquei todos os dias só por conta do trabalho. Dia 24, não trabalhei, pois foi meu day off.  Pude até ligar pra casa, antes da meia noite, e conversar com a familia inteira. Adorei! Em compensação, na segunda, 31, que deveria ter sido outro dia de folga, trabalhei até 22h, pois o parque fechou mais tarde. Só amanhã terei outro dia de folga. E vou aproveitar pra ir a Madison comprar meu computador.

Além de trabalho, tivemos também as comemorações de Natal e Ano Novo. Na verdade, preferi passar o Natal dormindo. Não gostei da festa que fizeram no housing nem da falta de comidas e bebidas. E, pior, o Wal Mart fechou e não foi possível providenciar qualquer coisa. Concluí que seria melhor dormir cedo e acordar bem disposta pra pegar no batente dia 25.

No réveillon, como trabalhamos até 22h, acabamos passando a virada no proprio housing, preparando pra sair mais tarde. Mas não nos esquecemos das comemorações aí no Brasil. Às 20h, pontualmente, aqui em Wisconsin, meia noite aí no Brasil, comemoramo,s discretamente, a entrada de 2008 no Brasil porque o parque não podia parar.

Depois, quando deu meia noite aqui, comemoramos nossa entrada definitiva em 2008. Na verdade, somando o horário de verão brasileiro e a diferença de fuso, horário, nosso 2007 teve 4 horas a mais. Foi o bônus por termos começado o ano no Brasil e terminado nos Estados Unidos. Dessas quatro horas, passamos duas trabalhando e recebendo em dólar. As outras duas gastamos preparando a virada. Nada mau!

Quando, finalmente, conseguimos sair, fomos pra uma boate, a Kalahari, e ficamos até lá pelas 3 da manhã.  Isso porque era réveillon. Normalmente, a noitada acaba por volta de 2 da matina neste país. E não adianta reclamar!

Novidade também foi meu segundo pay check, que chegou logo depois do Natal. Bem mais gordo que o primeiro!Amanhã, vou sair pra gastar tudinho lá em Madison. Valeu pelas dicas, Pedro! Vou anotar os modelos e marcas que você sugeriu e, assim que tiver meu notebook, começo a postar algumas fotos pra vocês.

Por hoje, basta. Abraços em todos e até o próximo post.


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.